quinta-feira, agosto 11, 2005

Cínico, Cinismo

Resulta de qualquer dicionário que cínico é aquele que é imprudente, descarado, desavergonhado, impassível.

Ora, eu não consigo adjectivar a Udinese com nenhum dos supra identificados sinónimos.
A Udinese, quanto muito, foi boçal, vulgar ou trivial.

A equipa Italiana estava como mosquitos às cordas, a defender com 10 jogadores atrás da linha da bola, mesmo quando o Rogério estava como extremo, o Nani em cunha na área, os discípulos de Berlusconi não atacaram - não passaram da linha do meio campo - E não me digam que era estratégia porque eles estavam em palpos de aranha.

O Sporting fez um belíssimo jogo. Com as limitações e condicionantes pré e durante o jogo eu vi a equipa a funcionar como um bloco, a comer a relva e a querer mudar o rumo dos acontecimentos. Como aponta o Leão Desdentado as estatítisticas são reveladoras, o Sporting foi um rolo compressor. O domínio não foi consentido, foi imposto pelo Sporting.

Se não ganhámos, ou não marcámos, não foi por fata de vontade, nem foi por falta de oportunidade. Em circunstâncias normais o Liedson não falharia as três ocasiões soberanas que teve (pelo menos uma entraria). E uma equipa que soubesse defender não permitiria aquelas e tantas outras oportunidades que o Sporting teve.

Assim sendo, eu acredito. Não acreditar significaria a negação daquilo que eu assisti em Alvalade. Não acreditar significaria que eu acho que a Udinese é melhor que o Sporting.

PS1- Peseiro não teve culpa;
PS2- Douala é uma máquina;
PS3-O Silva é Nabo.

10 Comments:

At 8/11/2005 10:14:00 da manhã, Blogger Distribuidor de Fruta said...

Parabéns... mais uma vitória moral.
Juntando ao jogo da penúltima jornada da época passada e à final da taça UEFA dessa mesma época, já é a terceira.
Os meus mais sinceros parabéns...

 
At 8/11/2005 10:19:00 da manhã, Blogger DC said...

Não foi vitória moral nenhuma. Foi uma derrota por 1-0 na 1ª mão.

Se depois de Udine o Sporting for eliminado logo falamos.

 
At 8/11/2005 01:52:00 da tarde, Blogger LEÃO DESDENTADO said...

Bom post, mas considero que o Peseiro falhou em algumas questões que anteriormente apontei (entrada de Silva, Miguel Garcia a titular, não ter "explorado" o Douala na segunda parte, deixando-na especado no lado esquerdo, não treinado mais nenhum esquema táctico em caso do SCP jogar contra equipas mais defensivas e fechadas). Ou seja, pequenos pormenores mas que se tornam gigantes em jogos desta importância.

 
At 8/11/2005 01:56:00 da tarde, Blogger LEÃO DESDENTADO said...

E sobre acreditares, ainda bem que há sportinguistas que o façam, uma vez que eu não acredito. Em todas as "operações" de "vamos acreditar", etc, etc, raramente assisti a um sucesso, por isso pode ser que esta minha posição (de psicologia invertida) funcione.

 
At 8/11/2005 02:15:00 da tarde, Blogger DC said...

Sobre o Silva não podia estar mais de acordo.
Sobre o Douala não estou. E não estou porque na segunda parte o Douala teve algumas 10 bolas:
Duas fugiram pela linha lateral;
Duas fugiram pela cabeçeira;
Duas ficaram nos pés do adversário após drible ou arrancada a despropósito;
Quatro nas mão do guarda-redes ou na cabeça do 1º central. Ou seja ele teve bolas só não soube o que fazer com elas.
Miguel Garcia dou o benefício da dúvida, mas não acho (à excepção do penalty onde foi acossado por um período transitório de lobotomia) que tenha jogado mal.
Não sei se o Peseiro ensaiou outros esquemas tácticos, não tenho dados, mas não acho que tenha sido por aí que perdemos. Ví que tinham instruções claras para rematar fora da área, vi instruções claras para jogar em linha (onde fomos muito beneficiados) e vi instruções claras para manter a posse de bola e defender a partir da grande área deles. Tudo me parece correcto.
Na parte do acreditar, eu não estou a contribuir para nenhum peditório, nem a dizer que JEsus Cristo vem amanhã à Terra, apenas digo que vi uma equipa melhor que outra, a minha claro.

 
At 8/11/2005 04:00:00 da tarde, Anonymous Franz Cajuda said...

Quem esteve ontem em Alvalade não pode ter outra opinião do que aquela expressa neste post. O melhor analista de futebol não consegue arranjar um explicação para o sucedido, senão a de que o futebol não obedece a qualquer lógica conhecida. Não há culpados a apontar, o Peseiro condicionado pelas lesões apresentou o melhor onze possível. O facto da escolha para a ala direita ter recaído no Miguel Garcia explica-se, em meu entender, pela preocupação com o contra-ataque dos Italianos e para equilibrar uma defesa que não podia contar com o lateral mais seguro que é o Edson. De qualquer forma, podem-se extrair algumas conclusões do jogo de ontem, a saber: O Tello tem falta de classe na proporção invesa da técnica do seu pé esquerdo. O Moutinho é muito grande mas não rende na ala. O Deivid ainda não mostrou nada e corre o risco de não calçar no próximo jogo. O Miguel Garcia é uma lateral de marcação e só terá rendimento em jogos em que tal seja necessário. O Nani será um trunfo para muitas partidas. O Silva devia consultar o Talon. E, por fim, o Liedson continua a ser um perigo para as redes adversárias. Pelo que vi ontem, acredito que o SCP vai ultrapassar estes transalpinos e o seu futebol catanaccio, sem pinga de criatividade.

 
At 8/11/2005 04:05:00 da tarde, Blogger Distribuidor de Fruta said...

Cajuda,
entraste numa contradição tramada...
Começas por dizer "O melhor analista de futebol não consegue arranjar um explicação para o sucedido, senão a de que o futebol não obedece a qualquer lógica conhecida", mas daí para a frente apontaste explicações umas atrás das outras.

 
At 8/11/2005 04:24:00 da tarde, Blogger LEÃO DESDENTADO said...

dc, em relação ao Douala é uma clara evidência da falha de Peseiro. Por um lado deixou-o especado e isolado no lado esquerdo, sendo uma presa fácil para os defesas italianos que no intervalo acertaram as marcaçõe; por outro, e se de facto o camaronês não estava a render, das três uma, ou colocava-o noutros terrenos ou mudava a sua "táctica" ou dava ordem de substituição.

Cajuda, apesar de respeitar a tua opinião, não concordo em alguns items. Na minha óptica Deivid teve bons apontamentos e voltará a "calçar" as botas começando a render brevemente o que tanto se espera dele (neste eu acredito. VAmos ver se não me engano). Depois, a inclusão do Miguel Garcia só seria entendida (por mim) em caso de indisciplina ou lesão do Rogério. Como nenhum dos casos se sucedeu (que se saiba), em situação alguma o Peseiro deveria ter utilizado o jovem lateral no "onze" inicial. Precisávamos de um defesa direito experiente, que fizesse jogar e que em caso de um ataque continuado pudesse subir mais na faixa direita acrescentando unidades de meio-campo (tal como aconteceu quando o brasileiro entrou em campo). Relativamente ao resto, concordo plenamente contigo.
Em todo o caso, para infelicidade de Peseiro a "surpresa" inicial (com a inclusão do Miguel Garcia) não surtiu efeitos positivos, antes pelo contrário: Cometeu a falta que deu golo. Não acrescentou profundidade ao corredor direito e não fez a equipa jogar (como tanto se pedia a um lateral num jogo destas características). Mas mesmo assim gosto do Garcia e penso que poderá melhorar um pouco mais, embora, na minha opinião, nunca venha a ser um dos titulares indiscutíveis de Alvalade (será sempre um bom substituto).

 
At 8/11/2005 06:33:00 da tarde, Anonymous Franz Cajuda said...

Distribuidor, correndo o risco de levar com fruta, tenho a dizer-te que não são explicações para o resultado de ontem, como uma leitura mais atenta o indicará. Primeiro, tento apenas encontrar um motivo que possa justificar a inclusão do Miguel Garcia no onze titular em detrimento do Rogério. Depois, limito-me a tirar conclusões do jogo e não a explicar porque perdemos. Não estou isento a entrar em contadições mas sinceramente não me parece que seja este o caso.
Leão carente de dentista, não pretendo discutir que o Rogério seria muito melhor aposta do que o Miguel Garcia, o que aliás creio nem poder ser alvo de discussões. Tentava apenas encontrar uma justificação para a cabecinha do Peseiro ter considerado melhor opção colocar o Garcia a titular. Quando ao mais, concordo com tudo o que dizes. A minha opinião do Deivid fundamenta-se apenas na partida de ontem por isso é muito mais provável que o enganado aqui seja eu. Pelo menos assim o espero.

 
At 8/11/2005 07:00:00 da tarde, Blogger LEÃO DESDENTADO said...

É um prazer discutir futebol contigo. E sobre o que se passa na "cabecinha" do Peseiro, penso que é melhor nem tentarmos decobrir.

 

Enviar um comentário

<< Home