quinta-feira, dezembro 21, 2006

simplesmente drogba

segunda-feira, dezembro 11, 2006

Eu, Carolina

Carolina Salgado afirmou que o presidente do F. C. Porto lhe pediu "para falar com as pessoas" e que terá pago cerca de 10.000 euros pelo serviço 

Carolina Salgado, antiga companheira do presidente do FC Porto, acusa Pinto da Costa de ter mandado dar uma "sova" em Ricardo Bexiga, vereador da Câmara Municipal de Gondomar, que, alegadamente, foi quem deu origem ao caso "Apito Dourado".

Em declarações à TSF, Carolina Salgado afirmou que Pinto da Costa lhe pediu "para falar com as pessoas" e que foi "o veículo de transmissão", tendo pago cerca de 10.000 euros pelo serviço, avançou hoje o jornal 24 Horas, recorrendo a excertos da biografia da antiga companheira do líder dos "dragões".

Segundo o jornal diário, as agressões a Ricardo Bexiga aconteceram a 25 de Janeiro de 2005, um dia depois Carolina Salgado deslocou-se ao escritório de Lourenço Pinto, outro dos implicados no "Apito Dourado", tendo ficado chocada quando percebeu que o objectivo não era uma simples coça.

"Fiquei chocada. Quando lá cheguei o doutor Lourenço Pinto disse: 'parabéns minha querida, mas ele ficou a falar'. O objectivo era muito mais do que isso", referiu Carolina Salgado à TSF, que assumiu que não se sente tranquila por ter estado envolvida neste caso e se mostrou preparada para assumir as consequências dos seus actos.

A estação de rádio entrou ainda em contacto com Ricardo Bexiga, que afirmou que estas revelações vão ser entregues ao Departamento de Investigação e Acção Penal do Porto e que mais importante do que saber quem foram os mandantes das agressões.

O vereador do Partido Socialista revelou ainda que há neste caso componentes políticas e desportivas que é preciso conhecer, sendo que já são do conhecimento do Ministério Público.

O livro de Carolina Salgado revela ainda que "os árbitros Martins dos Santos e Augusto Duarte, entre outros", iam a casa do casal frequentemente, onde "bebiam café e comiam chocolatinhos".

Entretanto, Pinto da Costa terá sido avisado das buscas a sua casa por Lourenço Pinto, tendo então sido delineado um plano para tirar o presidente do FC Porto do país, que envolveu a própria mãe de Carolina Salgado.

Caso Pinto da Costa tivesse ficado detido, a claque Super Dragões teria invadido o Tribunal de Gondomar e ajudado à fuga do presidente do clube, que só regressaria a Portugal quando as coisas estivessem mais calmas.

O jornal Record revela ainda que Pinto da Costa torceu contra Portugal no Euro2004, tendo ficado desiludido quando o inglês David Beckham falhou uma grande penalidade no encontro dos quartos-de-final no Estádio da Luz.

"Conheço casas onde o desaire (na final) foi festejado com a abertura de garrafas de champanhe. A minha, por exemplo", revela Carolina Salgado na biografia, num trecho transcrito pelo jornal desportivo.

quarta-feira, dezembro 06, 2006

Não está a ser uma semana nada fácil... e ainda não acabou.

terça-feira, dezembro 05, 2006

imagem eterna




foi tirada 6ª feira...

mas podia ser hoje.

Gato Fedorento - Paulo Bento depois do jogo Sporting Benfica

Ridículo...

quarta-feira, novembro 22, 2006

Viva Portugal!


Portugal já tem um representante nos oitavos de final da Liga dos Campeões.

Foi bonito ver a forma como Figo celebrou o golo. E eu a pensar que daqui a cinco anos ia estar ele a angariar sócios para o quase record... a dizer: "Foi o pior momento da minha vida..."

Foi surprenndente (para alguns comentadores) o afastamento do ceportém da prova milionária. Eles que haviam dito, depois da primeira jornada, que o clube de alvalade era quem melhor estva posicionado para passar à fase seguinte...

Enganaram-se.

Valha-nos o Figo!

Viva Portugal!

terça-feira, novembro 21, 2006

Amigo Leão

Concordo com case todo o teu comentário ao Pé, no Post " Dupla Fraude". Mas há lá um parágrafo que me faz muita confusão e gostava que me explicasses melhor:

"E não tenho a menor dúvida que NESTE ASSUNTO as contas leoninas são mais do que certas. Noutros dossiers não arrisco, mas neste (QUASE que) garanto a clareza do processo e respectiva auditoria."

É certo que metes caps lock para cingir bem que apenas te referes a este tema, mas já te ouvi dizer o mesmo antes. Será que este " não tenho a menor duvida" não é o mesmo que tinhas em relação a todo o projecto Roquette, liderado por homens brilhantes, com provas dadas, como costumavas dizer.

Devo lembrar-te que a ultima pedra do projecto Roquette, caiu com a aprovação da venda de todo o património. Já viste que aquele centro comercial que dizias espectacular, por ter 20 salas de cinema, é um grande flop. E as 200 empresas criadas para darem buraco. E o edifício do Visconde Gay, um verdadeiro elefante branco.

Por altura da criação de toda esta palhaçada também não tinhas qualquer dúvida e até tinhas quase a certeza que as contas do Sporting estavam mais do que certas. Se calhar até veres penhorado as maquinas da relva.

E em relação à clareza de processos. Um homem, que só lhe falta plantar uma árvore para o ser, não pode afirmar uma merda destas. Se há coisa que não há no futebol é clareza de processos.

Na minha opinião o Veiga está enterrado até ao pescoço, e se deus quiser, por lá irá ficar. Mas sou incapaz de meter as mãos no fogo por quem quer que seja neste meio porco. Posso ser mais, ou menos crente, mas certezas não tenho nenhumas.

Por isso gostava que me explicasses que documentos tens para poderes ter quase a certeza.

Ps: As contas do Sporting sempre foram auditadas. Mesmo assim eram aprovadas no final de cada ano pelos sócios. E no fim um buraco financeiro enorme, ao contrario do que era contado aos meninos pelo Tio Roquette e companhia.

segunda-feira, novembro 20, 2006

Dupla Fraude...

E quando toda a gente julgava que o DG da SAD do Benfica para o futebol se tinha demitido por ter ficado sem sofás e plasma em casa e por ter que passar a ver a Sport TV na Catedral da Cerveja, afinal havia outra...

Futebol/Veiga pode ser indiciado por fraude fiscal
O ex-empresário futebolístico José Veiga, detido hoje por suspeita do crime de burla qualificada de elevado valor, poderá, no âmbito desta investigação, ser ainda indiciado por fraude fiscal, disse à Agência Lusa fonte ligada ao processo. A mesma fonte confirmou que a PJ deteve hoje o ex-director-geral da SAD do Benfica, que está no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa, acompanhado pelo seu advogado, João Correia, para ser ouvido sobre um alegado crime de burla qualificada quando o jogador João Pinto ingressou no Sporting no Verão de 2000, após rescindir com o Benfica. De acordo com a mesma fonte, apesar de na altura ter constado que o negócio seria a custo zero, "circulou dinheiro à volta da transferência", cerca de cinco milhões de euros, que terão alegadamente ficado na posse de José Veiga. A fonte referiu que só José Veiga poderá esclarecer as autoridades judiciárias sobre o destino dos cinco milhões de euros, que poderão ter beneficiado outras pessoas. Apesar de o caso remontar a 2000, a investigação é posterior e a fonte acrescentou que foi mais complicada por ter sido necessário seguir um rasto do dinheiro e, para tal, enviar uma carta rogatória para um país estrangeiro, de forma a que ali fossem feitas diligências judiciárias para localizar as verbas. A mesma fonte referiu que não é de excluir que, no âmbito do mesmo caso, José Veiga venha a ser indiciado pelo crime de fraude fiscal, uma vez que não declarou a verba que alegadamente recebeu. João Pinto já terá sido ouvido a propósito deste negócio, disse a fonte.