quinta-feira, junho 02, 2005

Esclarecedor

No meu zaping nocturno fui dar, ontem, com uma entrevista de José Couceiro à RTP1. Uma conversa esclarecedora, e onde o técnico revelou e insinuou alguns promenores curiosos sobre a sua saída e os métodos utilizados pelo FC Porto, nestas ocasiões.

O primeiro sobre a utilização, por parte do clube, da claque Super Dragões. Afirmou Couceiro que soube da sua saída como técnico, e do que a direcção lhe reservava para o futuro, quando leu uma entrevista, inesperada, na Revista do Expresso, com líder da referida claque e cujo título era "Couceiro será um excelente Director Desportivo". Isto numa altura em que o clube lutava ainda pelo campeonato, e quando alguém, dentro do próprio clube, colocou a circular o nome de Co Adriansse.

A fazer lembrar as ameaças de morte a Mourinho, digo eu.

Mais à frente, refere Couceiro que a partir daí tornou-se muito mais dificil controlar o balneário, já por si complicado devido facto de alguém " interessado desculpabilizar-se de alguns erros e da forma como estava a correr a época" ter colocado na agenda dos media a questão do excesso de brasileiros no plantel azul e branco.

2 Comments:

At 6/02/2005 12:57:00 da tarde, Blogger Dourador de apitos said...

Sim, sim.
E isto só acontece no FCP.
O Toni, por exemplo, não levou um "chutão" do SLB...

 
At 6/02/2005 02:56:00 da tarde, Blogger meia distância said...

não é o chuto em si... é onde e como é dado.

 

Enviar um comentário

<< Home