quinta-feira, junho 02, 2005

Cortar com o passado?

Apesar de discordar com a continuidade de Peseiro em Alvalade, como mero sócio sportinguista tenho de respeitar a decisão da direcção leonina (na medida do possível) e continuar a apoiar a formação verde e branca. Mas o que mais me preocupa neste momento, além do facto do "meu" treinador ter deixado de ter controlo no plantel, é o que a direcção vai fazer no futuro. Ou seja, vai cortar radicalmente com o passado, vendendo jogadores como Beto e Ricardo (embora este último só represente o emblema leonino há dois anos, é um elemento que faz parte do "núcleo duro"), e dispensando os históricos Pedro Barbosa, Sá Pinto e Rui Jorge (juntamente com Beto que já representa os leões há 17 anos) , ou vai vender/dispensar apenas uns tantos, permitindo assim uma renovação pacífica no plantel?
Francamente não sei o melhor. Por um lado penso ser necessário iniciar uma nova fase, uma vez que aquela que os jogadores referidos representam parece estar gasta e incapaz; mas por outro lado penso ser necessário manter alguém com história no clube (veja-se o exemplo de Jorge Costa e Vítor Baía no FC Porto). Talvez a melhor solução fosse vender Ricardo (que perdeu o apoio dos adeptos), e dispensar Rui Jorge e Pedro Barbosa já que, além de terem dos ordenados mais altos, na minha opinião, já não têm condições para efectuar outra época em alta competição (pelo menos o número 8 verde e branco). Em relação a Beto e Sá Pinto, manteria no plantel.
Em todo o caso, algo terá de ser feito e decidido e qualquer que seja a posição tomada pelos dirigentes leoninos vai dar muito que falar. Para mim, resta-me esperar que a próxima temporada seja o início de uma nova fase vitoriosa para o Sporting... (como é bom sonhar).

3 Comments:

At 6/02/2005 10:24:00 da manhã, Blogger O pé que está mais à mão said...

Apesar de me agradar bastante o processo de autofagia que consome o clube do lumiar, concordo que a melhor gestão de um plantel não passa por reconversões integrais e limpezas de balneário demasiado abrangentes. No entanto, convém recordar que a manutenção de dois ou três "históricos" não resolve tudo. Veja-se o exemplo do Porto este ano...
Talvez seja mais importante ter uma equipa homogénea, um treinador e adjuntos com capacidade de liderança, e (muito importante)o apoio total e incondicional da direcção. Estes foram, na minha modesta opinião os "segredos" do sucesso do benfica esta época. Apesar da manutenção da espinha dorsal da equipa ao longo de três épocas, não me parece que existam "monstros sagrados" no plantel do SLB...

 
At 6/02/2005 01:14:00 da tarde, Blogger Dourador de apitos said...

Meu Caro Leão,
Lamento informar-te que ninguém se preocupa com o destino/futuro de jogadores como o Rui Jorge, o Pedro Barbosa, o Sá Pinto e mesmo o Beto.
São, pura e simplesmente, jogadores que não contam/fazem a diferença...
Já não percebo é para onde é que o SCP caminha. Com transferências e contratações, aparentemente, absurdas parece-me que se preparam, de novo, para ter o pior e mais desiquilibrado plantel dos 3 grandes.
Já para não falar no "Mister Padeiro"...

 
At 6/02/2005 02:46:00 da tarde, Blogger meia distância said...

Mas, animem-se. Uma coisa é certa:

Vão continuar a ser a equipa que melhor futebol pratica em Porugal.

 

Enviar um comentário

<< Home