sexta-feira, fevereiro 24, 2006

mais uma ideia brilhante

Numa estratégia de marketing sem precedentes, os responsáveis leoninos preparam-se para a retoma.
Baseados na estratégia encarnada da venda de souvenirs do antigo Estádio da Luz, Soares Franco optou por vender pedaços do actual alvalade XXI.

É a primeira garage sale do futebol moderno. E, em ano de centenário, os leões mostram porque são os primeiros em gestão... agora, venham os resultados.


P.S.: e agora? todos os lagartos que diziam"podemos não ganhar nada, mas temos os melhores gestores", para que clube se vão transferir?

10 Comments:

At 2/24/2006 01:48:00 da tarde, Blogger Distribuidor de Fruta said...

Queria aproveitar para dar os parabéns aos adeptos do Sporting.
Foi genial a ideia de comparecerem em massa à assembleia de ontem.
Dessa forma evitou-se qualquer tipo de votação e o consequente pedido de demissão do actual rei, ups..., presidente e, logicamente, eleições antecipadas.
Assim sendo, de cada vez que houver uma assembleia geral, apareçam todos ao molho para provocar o seu adiamento, pelos menos dessa forma garantem de que nenhum património será vendido.

 
At 2/24/2006 04:02:00 da tarde, Blogger LEÃO DESDENTADO said...

Vamos lá a ver uma coisa:

Ponto 1 - Em Portugal o SCP é "apenas" o clube com maior património. Não que ganhe títulos, mas é "património"/dinheiro.

Ponto 2 - O SLB e o SCP têm, cada um, uma dívida que ronda os 300 milhões de euros. Contudo o SCP tem a capacidade (e não estou a dizer isto numa de "picar os encarnados!) de reduzir quase a totalidade da dívida com a venda do prédio Visconde de Alvalade, da Alvaláxia, da CUF e do Heatlh Place. O Benfica tem de arranjar outras soluções.

Ponto 3 - A venda do património (que poderá ser a um fundo com opção de compra a 10, 12 anos) não tem qualquer prejuízo para o SCP porque o Estádio e a "fábrica" de Alcochete (academia), continuarão a ser património leonino. Relativamente às alvaláxias, etc, etc, de facto não teve o retorno pretendido e neste momento não dão uma margem de lucro suficiente para combater o défice. Desta forma, ao vender-se estamos a ganhar por dois lados: Recebemos cerca de 55 milhões de contos e deixamos de ter encargos mensais (cobrir buracos).

Ponto 4 - Vejam o exemplo do Real Madrid (com as devidas diferenças). Tb tinham uma dívida que ascendia os 60 milhões de cts e o que Florentino Pérez fez? Vendeu terrenos/património do clube madrileno.

Ponto 5 - A época dos clubes terem terrenos que nunca mais acabava, etc, etc, acabou. Os clubes actualmente são empresas e têm de dirigir os seus esforços para o que sabem: futebol.

Ponto 6 - Em suma, o SCP tem de se dedicar ao futebol. O emblema de Alvalade tem é de manter o Estádio (e com o $ da venda de património equilibrar as contas, tornar o conjunto verde e branco ainda mais competitivo e com capacidade para ir sempre à liga dos campeões - essencial para qq clube "grande"), e a Academia. Paralelamente tem de continuar a "investir" no merchandising, na criação de jovens talentos e na conquista de troféus (que têm como resultado receber mais prémios de jogos, valorizar os jogadores, vender mais camisolas/merchandising, mais receitas de bilheteiras, etc, etc).
Se tudo correr bem, daqui a 10, 12 anos temos a opção de compra dos mesmos bens imóveis. Por isso penso que a venda de património é uma exelente oportunidade/negócio para o SCP. Temos esta capacidade única entre os clubes nacionais e penso ser uma estupidez desperdiçarmos.

N.R - Para depois "equilibrar" as contas, conto com os préstimos de alguns dos melhores gestores de Portugal, como por exemplo Ricciardi, Horta Osório (CEO do Banco Santander Totta em Portugal), etc, e Ribeiro Telles (que saudades...) para tomar conta do "futebol". Paulo Bento deverá continuar a treinar. Assim, acredito que será (finalmente) encontrado o equilíbrio em todos os "campos".

 
At 2/24/2006 04:24:00 da tarde, Blogger Distribuidor de Fruta said...

O problema é que daqui a uns anos, quando descobrires que estes gestores são tão bons como os anteriores, porque esses também eram os maiores, já não vai haver mais nada para vender.

 
At 2/24/2006 04:35:00 da tarde, Blogger LEÃO DESDENTADO said...

Pode ser... mas entretanto reduzimos o défice. E para rebentar outra x 60 milhões de contos já não é incompetência, é burrice/estupidez (mas não acredito que estes gestores tenham chegado onde chegaram por sorte...).

Em todo o caso, acredito que esta operação poderá ser um (re)início para o SCP. E acredito muito nisso... vamos ver se não me lixo. :)

 
At 2/24/2006 06:52:00 da tarde, Blogger Sérgio X said...

Com todo o respeito, leão desdentado, muitas asneiras/mentiras escreveste.
Vamos por pontos:
- O Sporting tem maior património que o Benfica? Onde? Têm o estádio e sua zona circundante incluindo alvalaxia, mais o prédio Visconde e o centro de estágio. Mais alguma coisa? Isto é mais do que o Benfica?
- Estás convencido que as vendas propostas vão ascender aos 300 milhões e cobrir a dívida? Diz-me que estás a brincar. Não lês os jornais? Se chegar aos 50 milhões já será um bom negócio e isso não é cobrir uma dívida.
- E receitas? Referiste a situação do Real, estarás a espera dos mesmos resultados? O Real deve lucrar mais em merchandising num mês do que o Sporting em 3 anos. Não serão as vendas de camisolas e as bilheteiras que trarão o lucro necessário.
- A única solução que vejo e que referiste será a venda de jogadores e a presença assídua na Champions (com resultados de preferência). Será que as duas coisas são compatíveis? Não é impossível mas acho complicado.
- Finalmente, o Sporting já se orgulha de ter os melhores gestores há uma data de anos (entre eles o salvador Roquette e o seu projecto), os resultados estão à vista. O LFV tem a 4ªclasse e não me parece que esteja a fazer pior.

Isto tudo para te dizer que o cenário que traçaste é muito optimista para a realidade sportinguista.

 
At 2/24/2006 07:22:00 da tarde, Blogger Red Milk said...

Caro Leão,
Já não posso ouvir falar da venda do "património" do Sporting... O Sporting já não tem qualquer património para venda, excepção feita aos terrenos da academia que ainda poderiam ser terraplanados e convertidos em prédios... Os famosos terrenos dos clubes já foram todos vendidos, e há muito, para financiar a construção dos novos estádios. Esse era o tal "património" valioso dos clubes que há muito desapareceu e que os construtores valorizavam em muitos milhões de euros. Aquilo que o teu Sporting se propõe agora vender são as participações que detém em NEGÓCIOS não estratégicos! E que negócios são esses? Gestão de Centros Comerciais (Alvaláxia) e Aluguer de Escritórios (Edifício Sede). Parece também que toda a gente se esquece que esses negócios têm sido altamente deficitários! Caso contrário o Sporting desejaria continuar com eles para suprir os défices crónicos do futebol, foi para isso que eles foram criados! Parece que também ninguém se lembra que não há muita gente disposta a comprar negócios ruinosos, de modo que me parece altamente improvável que alguém lhes pegue, muito menos a troco de dinheiro que se veja... A operação do Real Madrid foi feita, justamente, com a venda de TERRENOS próximos do Barnabéu, mesmo no centro da cidade. De modo que acho esta história do "património" delirantemente fantasiosa e não me parece que daí venha alguma solução relevante para o problema financeiro do Sporting. E com a (in)capacidade de gerar receita que vêm demonstrando... ai ai... não é impossível...
Saudações desportivas

 
At 2/25/2006 07:44:00 da manhã, Blogger LEÃO DESDENTADO said...

Sérgio X, não escrevi nehuma "asneira/mentira". Com o devido respeito que mereces, penso que não deves estar bem informado. De facto o SCP tem um património que o SLB não tem. E isto é um facto e digo-o como tal e não para "picar" a instituição Benfica que merece o maior respeito. Depois, a dívida ronda os 300 milhões de euros, enquanto a venda do tal "património" renderia aproximadamente 275 milhões de euros (avaliado por um fundo imobiliário conhecido).
Posteriormente falas do Real Madrid. Pois bem, de facto o Real vendeu TERRENOS como dizes, e bem. E o que são terrenos? Não é património??? E quando falei da situação do Real Madrid estava-me a referir APENAS ao facto de ter enormes dívidas e de ter vendido BENS para cobrir esse buraco financeiro. OBVIAMENTE não estou a comparar o poderio de merchandising e financeiro do clube espanhol. Apenas quis exemplificar que o "clube do século", para sair de uma situação bastante complicada, tb vendeu "PATRIMÓNIO". Apenas isso.
No penúltimo ponto, de facto é complicado, mas para isso acredito (e muito) em pessoas como o Ribeiro Telles para saber "equilibrar" o plantel leonino. Mas de facto é muito difícil, mas não impossível. É necessário trabalho, inteligência e...sorte. (Olha o exemplo do FCP - durante dois anos não vendeu os melhores jogadores e depois lucrou MILHÕES com a UEFA, "Champions" e venda do passe de alguns jogadores. Mas neste caso dos portistas, refira-se que a "continuidade da qualidade" foi mto mal gerida).
Finalmente, no último ponto, assumo que acreditava mto no "projecto Roquette"... da mesma maneira que acredito neste novo projecto se for "liderado" por algumas pessoas que poderão vir a integrar a nova direcção (Horta Osório, Ricciardi, Bettencourt, etc, etc). (Se não fosse a esperança nos projectos dos nossos clubes, não existiriam sócios e apoiantes...). Mas de facto o "projecto Roquette" foi um verdadeiro "flop", mas AINDA temos capacidade para saimos disto "por cima".
Em suma, de facto estou muito optimista. E só o futuro dirá qual de nós terá razão! :)

Relativamente a ti, meu caro RED MILK, percebo o que queres dizer, mas o que é facto é que sei (e já veio publicado nos jornais) que há bastante interesse por parte de alguns fundos e empresas imobiliárias em investirem no "património" leonino. Sim, PATRIMÓNIO! E uma das razões que acho que deviamos vender as participações/negócios próprios (Alvaláxia, Prédio, etc) é porque penso que o SCP só se pode centrar no que sabe: FUTEBOL (qualificar-se para a Liga dos campeões e fazer uma "boa figura", tentar ganhar campeonatos, tentar fazer boas vendas/compras de jogadores, investir no merchandising, etc, etc). E sobre ninguém querer comprar, como dizes, "negócios ruinosos", é a mesma história com as empresas públicas que dão buraco, mas quando são privatizadas passam a dar lucro. A forma como seria feito a estratégia de negócio dos possíveis compradores é-me indiferente, mas que há interessados, lá isso há. E isso para mim basta. Por isso, para mim, vendia TUDO (participações, negócios próprios, etc, etc) e deixava apenas o Estádio e a "jóia da coroa" (Academia). Ainda para mais existe a possibilidade de se vender uma parte do "património" a um fundo com opção de compra a 10, 12 anos. Ou seja, (vamos sonhar um pouco), se tudo correr mtto bem, o SCP tem a possibilidade de readquirir os seus BENS por um preço previamente estipulado. ou seja, este $ da venda permitiria restabelecer a situação financeira e, se tudo corresse da melhor forma (em termos de "massas"), poderiamos comprar de volta os bens anteriormente vendidos. Seria como um "empréstimo sem obrigações". Haverá melhor negócio?

Por outro lado, os que são contra a venda do "património" afirmam que o SCP AFINAL tem uma saída (sem se vender nada) e que não se deve vender BENS leoninos. eu, francamente não acredito nisto. Como disse, só me interessa o Estádio e a Academia. O resto pode ir à vida. Se lucramos com essa venda (e deixamos de ter um encargo mensal em cobrir os buracos) e conseguimos tapar o défice do clube, PERFEITO!

Mas no fundo, ambos (SERGIO X e RED MILK) acreditam que o património leonino é, afinal, muito escasso, que não há interessados na compra dessa pequena "porção" de bens imobiliários sportinguista e que alguns dos melhores gestores do nosso país e que têm vindo a dar a cara nas últimas semanas estão apenas a "brincar" com a "massa de adeptos leonina". Certo..? :))

N.R - Pelos números que já vi e pelas informações que tive axcesso (e que me foram dadas), eu acredito que esta operação poderá ser a tábua de salvação do SCP. Agora, como referi anteriormente, o futuro dirá se tenho razão ou não...

 
At 2/25/2006 07:47:00 da manhã, Blogger LEÃO DESDENTADO said...

* - Como podem ver escrevi o último post às 7:44 da manhã depois de uma noite no "Lux" e com muita cerveja no estômago (e cabeça). Se descobriram alguns erros (proporcionais com a minha actual taxa de álcool no sangue), não liguem, sff... :))

 
At 2/25/2006 11:48:00 da manhã, Blogger meia distância said...

Nâo te preocupes... afinal, com uma mente mais destruída o dias da cunha foi presidente do clube com maior património do país...

 
At 2/25/2006 04:51:00 da tarde, Blogger LEÃO DESDENTADO said...

:))

 

Enviar um comentário

<< Home