terça-feira, setembro 13, 2005

O cerco aperta-se...

Capello indignado com a lesão de Thuram
O técnico da Juventus defendeu hoje a alteração dos actuais estatutos para que as Federações indemnizem os clubes quando os jogadores contraiam lesões ao serviço das respectivas selecções.
A polémica relativa às lesões sofridas pelos jogadores ao serviço das selecções nacionais está mesmo na ordem do dia... Depois do caso N. Valente e de outros mais ou menos mediáticos temos agora o caso do Thuram. Em todos eles um denominador comum: os clubes exigem ser compensados pelos prejuízos financeiros e desportivos decorrentes de tais lesões, o que me parece de elementar justiça...
A título informativo diga-se que o assunto pode estar prestes a ser resolvido. Com efeito, farto desta história, um clube belga (salvo erro o Charleroi) já colocou a FIFA e a respectiva Federação (salvo erro a Marroquina) em Tribunal. Ou seja, como toda a gente fazia "ouvidos de mercador" e ninguém quis resolver a coisa a bem, lá vamos ter um novo Acórdão Bosman, e que pode ter consequências muito mais graves e drásticas do que se as partes se entendessem...
Não parece Portugal??

1 Comments:

At 9/14/2005 09:03:00 da manhã, Blogger O pé que está mais à mão said...

Em relação ao tema das lesões nas selecções, não posso deixar de discordar.
Os clubes beneficiam, e bem, com as idas dos jogadores à selecção. Ou alguém tem alguma dúvida sobre a força promocional dos campeonatos como o Euro ou o Mundial, ou mesmo a Taça das Confederações? Quantos jogadores foram vendidos após uma destas provas, com lucros substanciais para os clubes (ou para os dirigentes, consoante os casos..)?

Se vigorar o princípio de indemnizar os clubes pelas lesões, então não faz sentido que as selecções beneficiem dos valores das transferências dos internacionais??

E se for assim não chegaremos ao ponto das federações proibirem os seleccionadores de seleccionarem as super-estrelas com ordenados (e indemnizações) milionários??

Se este sistema for implementado, teremos selecções condicionadas pelo mercado das transferências, à imagem das tristes selecções que promoveram, entre outras, transferências como a do Secretário para o Real de Madrid...

Acho que estão a avançar por um caminho perigoso...

 

Enviar um comentário

<< Home