segunda-feira, julho 11, 2005

O campeonato já começava...

Como ando a ressacar de bola, tenho papado todos os jogos que têm passado na RTP Memória tarde e a más horas. Ontem calhou-me o Milan-Porto de 1996, o célebre jogo em San Ciro que o Porto venceu por 3-2. Foi hora e meia passada a ver como uma equipa que, longe de ser das melhores que o Porto já teve, chegou a Milão e enxovalhou a equipa local.
O FCP apresentou-se com Woznyak, Aloísio, Lula e J.Costa (3 centrais???), Fernando Mendes e Sérgio Conceição, Paulinho, Zahovic, Barroso, Artur e Edmilson, treinado por António Oliveira.
Sobre estes senhores gostava de dizer o seguinte:
- O Aloísio era um central do cara…, impressionante;
- O Jorge Costa, já era um gajo mal formado há 9 anos atrás. No lance do segundo golo do Milan, marcado por Weah, o Bicho conseguiu, sem querer, obviamente, desfazer a mão do liberiano, situação que no jogo da segunda volta iria resultar na cabeçada de Weah no Bicho dentro do túnel das Antas;
Por falar em gajos mal formados, Sérgio Conceição esteve no seu melhor, travando com Panucci uma luta onde só não valeu arrancar olhos;
- Sobre o Paulinho Santos e o Fernando Mendes recuso-me a falar;
- O Zahovic ainda corria e jogava nas horas, tal como o Edmilson, que apenas corria;
- O Artur, e já nem me lembrava deste gajo, também era muito bom. Marcou o primeiro do Porto, um excelente golo, e vomitou em pleno relvado logo a seguir;
Mas o ponto alto desta partida foi a entrada na segunda parte da coisa mais nojenta que se passeou pelos relvados europeus nos últimos anos. A coisa mais desengonçada, desarticulada e ridícula. Obviamente, Mário Jardel.
Entrou e meteu duas batatas lá dentro com apenas cerca de 10 toques na bola. Deste gajo é que eu não tinha saudades nenhumas. Depois de ver isto percebi porque é que o Artur vomitou…

1 Comments:

At 7/11/2005 03:48:00 da tarde, Blogger Dourador de apitos said...

Esta equipa do FCP era muito boa mesmo. Só que não só não era treinada pelo Mourinho, como o nível das grandes equipas europeias de então era bem mais alto do que hoje em dia...
Não concordo com o que dizes do Jardel:
O Jardel de Milão era titular de qualquer um dos grandes com uma perna às costas... Nessa época e, salvo erro, na seguinte foi só melhor marcador da Champions.

 

Enviar um comentário

<< Home