quinta-feira, julho 07, 2005

mudam os ventos?

O contrato celebrado entre Miguel e Benfica, em Novembro de 2003, que entrou em vigor na passada sexta-feira, foi reconhecido notarialmente e pela Liga Portuguesa de Futebol (LPFP). Juristas contactados por Record, que teve acesso ao documento, garantem que não contém irregularidades, ao contrário do que o jogador português argumenta.

Empresário de Miguel garante disponibilidade para chegar a entendimentoBenfica e Miguel já dialogam para chegar a entendimento sobre o «caso» que assolou o clube campeão Nacional no dia da apresentação do seu plantel. A revelação é do seu empresário, Paulo Barbosa, não colocando de parte a possibilidade de as partes chegarem a um entendimento.