quarta-feira, maio 18, 2005

O tolinho...

O "bobo da corte" Dias da Cunha voltou a fazer das suas, desta feita, numa entrevista ao jornal O Jogo, respondendo a alhos com bogalhos e defendendo o indefensável. Estava pronto para fazê-lo imediatamente após o jogo, mas o LFV lá o conseguiu afastar dos jornalistas (o homem vê um microfone e parece que entra em "piloto automático", desligando a única parte do cérebro que ainda funciona e que, no caso, deve ser a que está ligada ao catéter...).
Sempre que ouço este senhor falar convenço-me que, de facto, o sistema nacional de saúde não funciona... A Segurança Social não o interna/interdita, o Júlio de Matos não o acolhe e, pelos vistos, a família não tem dinheiro para o meter num lar...
Quanto à entrevista propriamente dita ficamos a saber que:
  1. Para além do Ricardo e do Dias Ferreira, existe mais uma pessoa em Portugal que acha que o primeiro sofreu falta (ou muito me engano, ou o Scolari também vai engrossar este lote brevemente, de forma a tentar justificar o injustificável, ou seja, o facto de o 7.º melhor GR nacional - atrás do Baía, do Quim, do Moreira, do P. Santos, do Hilário e do P. Roma - ser titular da selecção)
  2. O SCP que, pelas minhas contas, esteve uma única, mas muito intensa, semana em primeiro lugar do campeonato merecia ser campeão.

É por estas e por outras, designadamente pela falta de credibilidade das pessoas que os subscrevem, que certos manifestos ou projectos de patetice pseudo-institucionalizante e pseudo-moralizadora recebem o apoio esmagador de uma larga e consensual maioria de 8 clubes profissionais...

Ficam aqui, então, os excertos mais senis/cómicos da dita entrevista:
P Já esqueceu os dois objectivos entretanto falhados?
Fica uma espécie de sabor amargo. E não tenho a mínima dúvida de que o golo com o Benfica foi ilegal: o Ricardo foi carregado em falta. A única dúvida que eu tinha estava relacionada com o limite da pequena área. Vi o lance na televisão e o Luisão, se diz o contrário, mente. O Luisão carregou mesmo o Ricardo.
"Sporting merecia o título"
P] Então voltou a não gostar da arbitragem...
A arbitragem foi boa de um modo geral. Não foi um jogo fácil de arbitrar e Paulo Paraty teve decisões corajosas... Não quero dizer que se enganou propositadamente, mas enganou-se. Com consequências dramáticas para o Sporting. Ainda sobre a arbitragem, acho que com 11 ou 12 clubes na reunião da Liga, tínhamos conseguido uma candidatura alternativa! Apesar de tudo, podem ser tomadas medidas para entrar em vigor na próxima temporada.
P Perdido o título, quem acha que merece ser campeão: Benfica ou FC Porto?
É indiferente porque nenhum dos dois merece. Quem merecia era o Sporting.

1 Comments:

At 5/18/2005 03:42:00 da tarde, Blogger SIMBA said...

adoras o dias da cunha...

 

Enviar um comentário

<< Home