quarta-feira, maio 11, 2005

Cenas dos próximos capítulos

Passarella despedido

Como sabem, tenho acompanhado de perto e com interesse (talvez por certas e algumas afinidades com a época do meu clube de eleição...) a "novela" do Corinthians.
Ora, aqui há uns meses vaticinei que o Passarella não iria ter vida fácil no "Timão" pois, além de ser argentino e, consequentemente, um rival "mortal" do povo brasileiro (imaginem o que seria um sócio do FCP a treinar, dirigir ou presidir o SLB ou o SCP e vice-versa...), teria que lidar com jogadores brasileiros, que são ricos, vedetas e, acima de tudo, totalmente "desmiolados".
Pois bem, bateu tudo certo...
Assim, após várias/constantes pegas com as vedetas de circo, Carlos Alberto, Roger e outros (jogadores que se entretiveram a falhar penalties, a marcar autogolos, a bater em colegas de equipa, a insultar os adeptos e a sonhar com a "canarinha", mas que nunca se dignaram a fazer aquilo para que são pagos, ou seja jogar futebol), a "novela" do argentino terminou com o mesmo a fugir (literalmente) dos adeptos do Timão e dos "carinhos" com que os mesmos o queriam presentear.
Restam-lhe os consolos de continuar a ser um grande treinador e de poder "abichar" alguns/muitos dos dólares detidos pelo fundo de investimento (ou lá o que é...) que manda no clube.
Mas, de resto, é sempre assim: "quando a àgua bate na rocha, quem se lixa é o mexilhão".
Posto isto, fico a aguardar, com interesse e ansiedade, as "cenas dos próximos capítulos"...
Só espero que os argumentistas desta "novela" me continuem a surpreender.
E, já agora, que os de "outras" parem de o fazer...