domingo, abril 17, 2005

O futebol português é um verdadeiro nojo!!!!!!!

Na edição desta semana do jornal Expresso, são relatados factos gravíssimos de corrupção num jogo entre o Estrela da Amadora e o fcp. Tal como já vínhamos adiantando do nosso blog, a carne que circula no clube da cidade invicta é em grande quantidade. Mas até aqui nada de novo, já todos esperávamos por estes factos.
O que é na verdade um nojo, é a ausência total de declarações sobre este caso, tornado ontem público, pela Federação Portuguesa de Futebol, pela Liga, e principalmente pela APAF. Mas considero ainda muito estranho, a ausência de informação e investigação por parte dos nossos jornais desportivos. A tentativa de branqueamento na notícia avançada pelo Expresso (não foi o 24 Horas), e a que só a SIC dá relevância, leva-me a pensar que no final não haverá culpados e que o nosso futebol se mantém nesta pocilga.
Espero pelos próximos desenvolvimentos.

2 Comments:

At 4/18/2005 01:07:00 da tarde, Blogger Dourador de apitos said...

Já ouviste falar no "segredo de justiça"??
É aquilo que impede, ou, pelo menos, devia impedir que, até determinado momento, os processos crime sejam do conhecimento público. Esta "figura jurídica" tem 2 objectivos:
- proteger a investigação, impedindo que sejam apagadas provas, e;
- proteger os arguidos, impedindo que os mesmos sejam "perseguidos" até que seja formulada uma acusação formal.
Curiosamente, o segredo de justiça também se aplica a outros processos, tais como os de natureza fiscal, e a outros crimes que não os de corrupção no futebol...
Ou seja, beneficia ou prejudica mais pessoas do que as ligadas ao FCP e ao futebol...

 
At 4/18/2005 03:02:00 da tarde, Blogger meia distância said...

De repente toda a gente se preocupa com o segredo de justiça.
Pior só mesmo as declarações de David Borges, ao afirmar que o fcp não deve ser prejudicado como instituição porque, diz ele, embora se possa provar que corrompeu árbitros, foi um campeão justo...

Ele há coisas difíceis de entender...

 

Enviar um comentário

<< Home