terça-feira, abril 05, 2005

O enigma da cassete (II)

Começo por dizer que não tenho qualquer interesse em saber o que se passou no túnel do Bessa. Com efeito, além do Sá Pinto e do Sr. Freitas não merecerem as palavras e a atenção que lhes tem sido dispensada, considero que esta "refrega" não tem qualquer relevância no plano desportivo, mas, tão só, num eventual plano criminal/judicial.
De qualquer forma, acho que toda a gente sabe que o Sá Pinto era incapaz de agredir quem quer fosse...
No meio disto tudo tenho só uma dúvida:
Será mais vergonhoso dizer-se que houve uma agressão, que a mesma deve estar filmada e, afinal, concluir-se que não há K7, ou dizer-se que só houve agressão se houver K7??
Parece-me que uma coisa não invalida a outra.
Sejam homenzinhos e digam o que se passou de uma vez.
A K7, nem que seja só a do Taveira, há-de aparecer...
Concluindo, eu bem disse que os adeptos dos outros grandes, que andaram por aí a defender a irradiação do McCharty e do Luís Fabiano por usarem demais os cotovelos ainda iriam engolir alguns "sapos" graças aos seus próprios "meninos de coro"...
Mas só os do FCP é que continuam a ser maus e anti-desportivos...